Skip to main content

O que é WMS e como escolher o melhor sistema para sua operação?

∙ Administrador

O que é WMS e como a Prime pode te ajudar a escolher o melhor sistema para a operação do seu cliente?

WMS (Warehouse Management System) é um software que automatiza e contribui com as operações diárias nos armazéns ( centros de distribuição)

Seu uso torna os processos de estocagem e expedição mais estratégicos e eficientes, gerando insights para o controle, mensuração (relatórios estratégicos) e planejamento da área.

Cada vez mais importante para o setor, o WMS ajuda as empresas a gerir os inúmeros processos dentro do supply chain. Entre suas principais funções, estão:

  • Contribuir com a eficiência dos processos de picking e cross docking;
  • Controlar as movimentações dentro do estoque: do recebimento à expedição;
  • Melhorar o espaço e layout de armazenagem dos produtos;
  • Reduzir custos de armazenagem e mão de obra;
  • Reduzir o tempo de espera.

O sistema WMS se integra aos outros recursos usados na rotina do estoque para potencializar as informações levantadas e prever falhas na operação.

Ao usar tecnologias como os códigos de barras e as etiquetas RFID (veja nosso catálogo de equipamentos RFID e Tags especiais), isto é, codificadas, o sistema registra a entrada e a saída de mercadorias, atualizar o inventário (com informações como prazo de validade, número de lote e dados sobre o produto) e entende como o espaço do estoque está sendo usado para otimizar o seu layout.

Veja as operações que são beneficiadas com WMS:

1. Recebimento

  • Reduzindo o tempo de espera das transportadoras;
  • Gerenciando a movimentação no pátio (e entrada e saída de veículos);
  • Registrando as mercadorias recebidas e suas características;
  • Automatizando a conferência de produtos;
  • Gerando etiquetas com informações completas sobre as mercadorias.

2. Armazenamento

  • Definindo e controlando a localização das mercadorias no espaço;
  • Controlando o espaço (os preenchidos e os vagos);
  • Alertando sobre a necessidade de novas compras.

3. Picking

  • Integrando ao sistema ERP;
  • Classificando e separando as mercadorias a partir do código da etiqueta RFID.

4. Produção

  • Rastreando e controlando as matérias-primas de fabricação e suprimento;
  • Definindo os postos de trabalho e medindo desempenho.

5. Expedição

  • Emitindo NFs;
  • Conferindo etiquetas RFID;
  • Controlando a saída e a devolução de produtos;
  • Separando mercadorias de acordo com a região em comum dos destinatários.

6. Gerenciamento

  • Fazendo a manutenção do inventário;
  • Controlando as validades, perdas e o lead time, isto é, o tempo decorrido entre a chegada de um pedido efetuado por um cliente até a entrega do produto;
  • Alertando sobre a necessidade de reposição de matérias-primas ou produtos.

Os benefícios são inúmeros:

  1. Redução do estoque, elevando à quantidade mínima e otimizando o espaço, além de promover o trabalho baseado em planejamento prévio;
  2. Operação mais ágil, garantindo processos assertivos e um time com maior sincronia;
  3. Diminuição de custos, a partir da prevenção de perdas e furtos e de um time mais enxuto;
  4. Planejamentos mais assertivos, a partir da previsão de demandas e da identificação da necessidade de compra ou venda das mercadorias;
  5. Prevenção de falhas e divergências, com movimentações mais estratégicas do espaço e dos processos.

Fale com nosso Time de ISV e tenha as melhores opções do mercado homologados e prontos para utilização. 

Artigos recentes

Tablets Robustos: Entenda a Importância destes Produtos no Ambiente Industrial

A crescente na tecnologia contribui diretamente para a evolução das mais diversas operações industriais. Este fato, no entanto, não deixa...
Escrito por Administrador.

Infraestrutura Digital para Automação Comercial: Impulsionando o Futuro dos Negócios

A automação comercial é mais do que uma tendência; tornou-se uma necessidade para impulsionar a eficiência operacional e melhorar a exper...
Escrito por Administrador.