3 tecnologias para reduzir filas em sua loja

As soluções de papa-filas chegaram para diminuir a espera dentro das lojas. Com essa estratégia é possível otimizar o checkout das compras de forma ágil e prática. Além do papa-filas, existem outras soluções tecnológicas para reduzir filas em seu estabelecimento.

Com o avanço da vacinação, o comércio presencial está na expectativa de um final de ano movimentado. Porém, uma das marcas registradas desta época são as filas, sendo um dos maiores empecilhos de finalização de venda no comércio, assim diz o estudo do Retail Reimagined.

As soluções de tecnologias vestíveis e móveis são ideais para o gerenciamento de qualquer loja e também podem ser usadas como solução de papa filas e auto compra. Além desses, os terminais de autoatendimento são também uma opção para dar autonomia ao cliente e a tecnologia de RFID para agilizar o checkout.

Continue lendo e entenda como essas tecnologias podem ajudar a reduzir filas da sua loja.

Papa-filas

O papa-filas é uma solução para checkout que visa trazer agilidade no atendimento e melhorar a experiência do cliente, englobando basicamente um coletor de dados e uma impressora térmica portátil.

A operação tecnológica papa-filas traz fluidez ao atendimento da sua loja

A operação tecnológica papa-filas traz fluidez ao atendimento da sua loja

Segundo mostra pesquisa feita pela Zebra sobre os perfis de consumidores em 2020, 73% dos funcionários de lojas acreditam que computadores móveis com scanner melhoram a experiência do cliente, enquanto 58% dos clientes concordam com essa afirmação.

A solução de papa-filas funciona da seguinte forma: o funcionário da loja se aproxima do cliente na fila, escaneia os produtos com coletor de dados e emite através da impressora de recibos o QR Code de pagamento para que o cliente apresente no caixa. Esses passos podem ser aplicados em diversos segmentos como varejo, restaurantes e mercados.

Totem de autoatendimento

O totem de autoatendimento é a solução para diminuir as filas dos caixas convencionais, trazendo autonomia ao seu cliente na conclusão da compra.

O terminal de autoatendimento necessita de um software e conexão com a internet para operar. Os softwares podem oferecer somente opção de leitura e pagamento dos produtos, ou realizar pedidos, retirada de senhas, entre outros. 

A aplicação do autoatendimento se torna a alternativa para distribuir o tráfego dos caixas. Com os terminais em sua loja, o seu cliente tem a autonomia de fazer o checkout e o pagamento das compras.

A pesquisa, feita pela Zebra sobre perfis de consumidores, aponta que 52% dos consumidores globais preferem o autoatendimento na hora do pagamento.

RFID

Outra tecnologia que pode facilitar esse processo de checkout é o RFID. O sistema de radiofrequência ajuda na coleta rápida e precisa de dados, eliminando a necessidade de ler etiquetas uma a uma. 

Veja como funciona. Nos produtos são colocadas TAGs que possuem um sistema energizado e seus dados são transmitidos para o leitor de RFID. O leitor de RFID pode ser fixo, instalado nos caixas da loja ou móveis, que podem tanto ser colocados no balcão ou usados de forma manual pelo funcionário. 

RFID tem a capacidade de ler instantaneamente os dados da TAG

RFID tem a capacidade de ler instantaneamente os dados da TAG

O leitor portátil de RFID pode facilitar no atendimento diretamente da fila. Basta apontar o leitor para a cesta do cliente para receber os dados de produtos que serão comprados.

Na mesma pesquisa feita pela Zebra, ela mostra que 59% dos consumidores possuem uma melhor experiência e os funcionários utilizam tecnologias recentes.

Além de diminuir as filas em seu estabelecimento, os dispositivos móveis auxiliam o atendimento na loja, podendo ser usados por funcionários para consulta de estoque e preços de produtos.

Prime Interway proporciona a tecnologias para reduzir filas em sua loja

A Prime Interway possui um grande portfólio de coletores de dados, impressoras térmicas, tablets e leitores de códigos de barras, além de opções com tecnologia de RFID. Todos os dispositivos agregam inovação, praticidade e agilidade ao seu estabelecimento.

Além dos dispositivos móveis, a Prime possui terminais de autosserviços do TAS. A solução pode agregar no atendimento do estabelecimento com o self-checkout e mídia indoor.

O TAS oferece dois modelos, o totem com tela de 21 polegadas multi touch, sistema android, leitor 1D/2D e impressora acoplada. E o mini TAS com duas telas FULL HD multi touch, impressora térmica acoplada e conexão para periféricos (gavetas e scanners).

Veja todos os produtos que podem transformar o atendimento do seu estabelecimento e contate o nosso time de atendimento.

O panorama do autoatendimento no mercado brasileiro

O autoatendimento chegou para ficar no cotidiano do brasileiro. A tecnologia que caminhava a passos curtos se tornou peça-chave no atendimento devido à pandemia.

O totem de autoatendimento foi incorporado no atendimento de diversos setores do comércio brasileiro trazendo agilidade e autonomia na hora da compra no estabelecimento físico. 

O TAS, terminal de autosserviços da Prime Interway, chega ao mercado para contribuir na segurança e na experiência de compra do seu cliente. Maurício Cervenka, Head of Procurement – Ásia, do Grupo Ártico, comenta as funcionalidades do TAS, “O TAS é a solução da Prime Interway de terminais de autoatendimento que hoje está disponível para o mercado no modelo de locação.  A infraestrutura necessária para o TAS é basicamente um software e uma conexão à internet, seja por cabo ou wi-fi. O cliente deve saber da necessidade de um software para operar dentro do TAS e se tratando de mercado de alimentação, a Prime já possui um software homologado, desenvolvido em parceria com outra empresa, que podemos disponibilizar para o mercado.”

O avanço do autoatendimento no Brasil

Apesar do mercado de autoatendimento no mundo estar mais avançado em comparação ao Brasil, Maurício tem a perspectiva otimista em relação ao nosso país, “Em mercados mais maduros, como China e Estados Unidos, o autoatendimento é uma realidade há muito tempo e só tem crescido. Antes havia uma preocupação, principalmente no Brasil, se o cliente iria aderir ao autoatendimento e se valeria o investimento. Apesar disso, as pessoas se adaptaram bem à tecnologia e o mercado cresceu de maneira exponencial”.

Para Maurício um dos fatores para o sucesso do modo de atendimento no país é a familiarização das pessoas com a tecnologia e a praticidade no atendimento, “As pessoas estão cada vez mais acostumadas com tecnologia. Já existe uma parcela grande da população que não acha necessária a interação humana em um atendimento. Eles gostam do autoatendimento, por causa da praticidade”, analisou.

No estudo Retail Reimaginer, 55% dos entrevistados afirmaram que escolheriam um varejista que tivesse a opção de comprar sem passar por um funcionário no caixa.

A pandemia transformou o modo de atender

Se antes a praticidade era o grande fator para o autoatendimento, a pandemia hoje transformou este cenário. Com o panorama totalmente fora da realidade, a tecnologia se tornou aliada em diversas operações e no atendimento não foi diferente.

“Percebemos que dentro do cenário atual, em que os mercados estão reabrindo, mas sem poder ter aglomeração, as pessoas estão preocupadas em ter uma interação humana próxima com desconhecidos. Com isso, o autoatendimento torna-se realidade, por exemplo, dentro do mercado de food service, onde existem diversos restaurantes sendo iniciados totalmente baseados na venda por autoatendimento.”

Apesar da reabertura dos restaurantes estar cercada de cuidados em relação ao distanciamento social, em pesquisa do DataFolha, 59% dos entrevistados não se sentiam seguros em restaurantes e bares.

Além das preocupações sanitárias, outro ponto que incomoda os consumidores de lojas físicas são as filas. A pesquisa Retail Reimaginer apontou que 9 a cada 10 entrevistados já deixaram de fazer compras por causa de filas. O terminal de autoatendimento dá autonomia para o dono de estabelecimentos moldar seu fluxo de loja e atendimento, evitando estabelecimentos lotados.

No cenário de restaurantes que tenham mesas e take away no mesmo ambiente, o dono do negócio consegue, por exemplo, tirar todo o seu fluxo de retirada de dentro da loja e atender esse pessoal através de um autoatendimento. A instalação de um totem de autoatendimento na porta da loja onde o cliente pode escolher seu pedido e aguardar ao lado de fora da loja, ajuda a controlar aglomerações dentro do estabelecimento.”

O autoatendimento é peça-chave para melhorar a experiência do cliente

Em estudo feito pela Lett e Opinion Box em 2019, mostrava que os brasileiros preferiam fazer compras em lojas físicas, porém o e-commerce cresce de forma vertiginosa no país. Para disputar com o crescimento das lojas virtuais, a experiência na loja física necessita ser prática, rápida e proativa. 

O TAS pode entregar ao seu cliente praticidade, autonomia, informações e agilidade na hora da compra. Mauricio atenta as lojas físicas sobre a importância da experiência do atendimento: “Se a loja não proporcionar uma boa experiência, o cliente provavelmente vai ter uma experiência melhor na loja digital. A loja digital evoluiu demais nos últimos anos. Quando o cliente entra na loja digital, ela proporciona um leque enorme de possibilidades de produtos e melhores preços. É muito difícil concorrer com essa realidade e se o cliente não tiver uma experiência melhor que isso numa loja física, ele vai optar pelo e-commerce”, analisou.

O TAS também pode ser inserido em outras realidades de atendimento. Maurício comenta sobre como o totem pode ser atribuído em outros mercados, “O autoatendimento deve agregar no primeiro atendimento bancário e hospitalar. Podemos separar o autoatendimento em dois níveis, o primeiro é o básico, por exemplo, a emissão de senhas. No segundo, pode resolver problemas do consumidor no terminal de atendimento”.

As diversidades de aplicações do TAS

As aplicações do TAS são diversas. No mercado de food service, o terminal autosserviço pode ser aplicado na recepção de pedidos e no fechamento de compras (self-checkout). Além disso, o terminal pode facilitar o primeiro atendimento em hospitais e, no ramo de hotelaria, pode facilitar no processo de check-in dos hóspedes. O melhor de tudo é que toda a operação pode ser feita em jornada de 24/7 para atender a maior demanda de público.

O panorama do autoatendimento no Brasil é animador

O TAS pode ser utilizado também como “mídia indoor” dentro da sua loja, demonstrando publicidades dos seus fornecedores e campanhas da loja. “Acho que a mídia indoor está amadurecendo de uma maneira bem rápida no Brasil. Quando a empresa começa a ser mais automatizada, isso gera mais tempo para o dono se preocupar com a mídia indoor. Ela pode se tornar uma fonte de receita, a partir do momento que o gerente dedica um tempo para vender o espaço para o fornecedor, podendo negociar descontos através da exposição da marca dentro da mídia”, disse Maurício. 

A veiculação do espaço publicitário no TAS pode ocorrer enquanto o usuário não estiver utilizando o totem, podendo gerar uma renda extra para sua empresa.

“Por causa da concorrência e complexidade tributária, a maioria dos pequenos varejistas no Brasil não conseguem através do seu serviço principal ter um negócio muito rentável. Se a empresa consegue ter pequenas receitas dentro do estabelecimento, além da receita principal, ela consegue tornar o negócio mais lucrativo. A venda do espaço valorizado pode ajudar nessas pequenas receitas que vão complementar a renda do empresário.

Visando o futuro, Maurício afirma que o autoatendimento já é realidade no país e acredita no crescimento no Brasil e no Mundo, “Com certeza tem muito espaço de crescimento para o autoatendimento. Os mercados maduros, como China e Estados Unidos, possuem mais possibilidade de autoatendimento que nós, então a Prime avalia que existe um potencial enorme para chegar no patamar desses países”, afirmou.

Transforme a experiência do seu atendimento com TAS

O TAS chega para transformar o atendimento da sua empresa trazendo praticidade para seu cliente. Com o terminal de autosserviços, a empresa pode reduzir custos e consequentemente aumentar a lucratividade.

Existem dois modelos de TAS para seu negócio. O Totem TAS possui sistema operacional Android 7, tela de 21 polegadas multi touch, leitor 1D/2D e impressora térmica acoplada.

O Mini TAS é um PDV all in one, com duas telas multi touch, impressora térmica acoplada e possui conexão para periféricos (gavetas e scanners).

Ambos os equipamentos são personalizáveis para atender a sua demanda. Para saber mais informações sobre a solução entre em contato com nosso time de atendimento. 

Como a mobilidade clínica está mudando o cotidiano hospitalar

A solução tecnológica está ajudando os hospitais na pandemia e mostra ser o futuro no ramo clínico

Você sabe o que é mobilidade clínica? De acordo com a Zebra, Mobilidade Clínica é o uso de dispositivos móveis, como computadores portáteis, tablets, coletores de dados, leitores de código de barras e impressoras móveis, por médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde no ponto de atenção.

Nos últimos dois anos, o aumento das internações foi acelerado pela pandemia e a administração manual de exames, coleta de amostras e prontuários ficaram inviáveis, a transição para um sistema mais tecnológico em hospitais foi acelerada. 

Com a automação do sistema, os gastos com atendimento ao paciente diminuem, o fluxo de trabalho fica melhor e se torna de fácil compreensão para a rápida tomada de decisões. Além do fluxo de trabalho ajustado, o atendimento fica mais humanizado, pois os profissionais de saúde conseguem focar na atividade fim, gerando maior conforto e conexão com seu paciente.

CS60-HC permite agilizar o processo de digitalização

CS60-HC permite agilizar o processo de digitalização

Em estudo feito pela Zebra na área da saúde, os pacientes têm 77% de aceitação sobre o uso de dispositivos móveis por médicos e enfermeiros. O mesmo estudo traz um prognóstico da utilização de dispositivos móveis em hospitais e a estimativa é que essa implementação chegue em 100% em 2022. Com a mobilidade clínica, os processos da área da saúde ocorrem de forma rápida e assertiva, diminuindo os custos com erros e gerando maior cuidado com o paciente. 

A eficiência da mobilidade clínica

A mobilidade clínica traz um padrão de excelência em todas as etapas do atendimento, eliminando erros médicos , duplicações de tarefas e mostrando dados em tempo real. De acordo com a pesquisa do The Joint Commission, as falhas de comunicação correspondem a 70% dos erros médicos.

No estudo feito pela Zebra com consulta aos gerentes de enfermagem, as soluções tecnológicas diminuem drasticamente os erros na área da saúde. Os erros em administração de medicações caem cerca de 68%. Já os erros de rotulagem de coleta de amostras caem cerca de 64%. Enquanto as chances de erros evitáveis dos médicos diminuem cerca de 68%.

Gerentes de enfermagem afirmam que é nítida a melhora da percepção e comunicação da equipe. Com a tecnologia é possível obter uma comunicação direta entre médicos e enfermeiros por dispositivos móveis, com chamadas e alertas interligados aos dispositivos junto ao corpo do médico.

Essa solução será uma grande tendência para o futuro da medicina. Enfermeiros e médicos que possuem dispositivos à mão conseguem se manter conectados e trazer praticidade e velocidade ao atendimento. A estimativa é que até 2022 quase 100% dos médicos e enfermeiros utilizem dispositivos móveis.

Leitores de código de barras complementar da série CS60-HC para o setor de saúde traz a inovação e praticidade que o mercado necessita

O CS60-HC é mais um dispositivo que a Zebra incorpora em seu portfólio para contribuir com a mobilidade clínica. O CS60-HC é um leitor de códigos de barras que permite agilizar os processos de digitalização e ainda possui a facilidade de ser HC (Healthcare).

CS60-HC busca facilitar o cotidiano hospitalar

CS60-HC busca facilitar o cotidiano hospitalar

Com ele você agiliza a captura de dados mesmo que estejam rasurados e danificados. Em seu modo noturno, sua mira de LED facilita a captura de dados no escuro e ainda possui o “feedback” por vibração, facilitando e trazendo conforto para o paciente. Além dessas facilidades, o CS60-HC conta a tecnologia Blood Bag Parse+ que captura e analisa instantaneamente os dados de códigos de barras em bolsas de sangue com apenas um acionamento.

O modelo arrojado traz a facilidade de ser híbrido, possuindo dois modos de uso. Na opção bluetooth, podendo ser transportado para diversos ambientes hospitalares e na opção com cabo, fixado em um único lugar pré-estabelecido. Ainda, em sua função bluetooth, o CS60-HC possui 18 horas de autonomia, com durabilidade de um turno de trabalho completo.

O CS60-HC é excelente para beira de leito, farmácias, laboratórios, gerenciamento de inventários, flebotomia e muitas outras áreas da saúde.

A Prime Inteway disponibiliza essa solução para você. Venha fazer um projeto piloto junto com a Prime e a Zebra . 

André Gandolfo - Engenheiro de pré-vendas Zebra

Autor: André Gandolfo – Engenheiro de pré-vendas Zebra.
Mais de 25 anos na área, André é um dos engenheiros de pré-vendas mais experientes no mercado de AIDC, possuindo um vasto conhecimento em produtos e soluções Zebra.

Soluções de RFID para segmento de moda

A tecnologia de RFID tem ganhado cada vez mais espaço no segmento de moda como uma solução que ajuda a otimizar a produtividade e a eficiência desde a produção até o chão de loja.

Uma grande marca mundial de moda fast fashion modelo de produção rápido e acessível – precisava de uma solução que a ajudasse a reduzir custos e acompanhar a tendência de moda em constante mudança, minimizando o estoque enquanto desenvolvem e produzem rapidamente novos produtos.

A marca construiu um sistema abrangente de gerenciamento de informações, que permite que os produtos sejam transferidos do setor de design para a prateleira em apenas três semanas.

Para fornecer aos consumidores produtos acessíveis e de alta qualidade, uma cadeia de fornecimento transnacional foi desenvolvida e otimizada com a solução RFID da POSTEK.

Solução de RFID Postek para segmento de moda

O cliente acelerou seu investimento na digitalização e adotou a solução RFID da POSTEK para melhorar e otimizar sua eficiência geral, controle de orçamento, satisfação do cliente e reconhecimento da marca.

A solução RFID foi implementada em toda a cadeia de fornecimento, desde o projeto e planejamento na sede da empresa, até a etiquetagem e produção em fábricas de vestuário, rastreamento de embarque e audição em armazéns e, finalmente, a contagem de ciclos, checkout e análise de dados em lojas de varejo.

Cada item é etiquetado e rastreado desde a fabricação até as lojas. Isto permite que a marca responda rapidamente com base no feedback do mercado enviado pelas lojas e organize o reabastecimento de acordo com o plano e ajustes.

As impressoras RFID POSTEK são utilizadas principalmente na solução IPP (In-Plant-Printing) nas fábricas de vestuário para ajudar na entrega de pedidos urgentes.

A principal competitividade para as fábricas de vestuário provém de uma produção eficiente e estável. Tipicamente, uma linha de produção requer 16 horas de produção por dia e trabalha em dois turnos para atender à demanda de entrega rápida.

Equipadas com tecnologia RFID, as linhas de produção e lojas podem simplificar este processo, economizar tempo e custos e criar valor para a marca, acelerando a eficiência do estoque de vendas dos terminais.

Ele proporciona às marcas uma compreensão abrangente de seu estoque de forma mais rápida e precisa, atendendo rapidamente à linha de produção, fornecendo produtos com estoque insuficiente e melhorando assim o desempenho de vendas.

Com seu desempenho excepcional de impressão, excelente capacidade de codificação e alta durabilidade, as impressoras RFID TXr POSTEK oferecem uma solução satisfatória para as fábricas de vestuário nos países do sudeste asiático – os fornecedores da marca de vestuário.

Impressora de códigos RFID Postek Tx3r
Impressora RFID POSTEk TXr

Na fase de desenvolvimento, a equipe da POSTEK respondeu rapidamente e cooperou eficientemente para oferecer uma solução sob medida.

Várias funções foram especialmente projetadas para atender às exigências do cliente, como:

  • Funções de ajuste de parâmetros de bloqueio, inclusive configurações de rede e configurações de parâmetros RFID, evitando efetivamente erros operacionais durante a produção.
  • Função específica de bloqueio de tags (chip R6).
  • Para garantir o rastreamento em nível de item, dados TID únicos são coletados de cada chip RFID e depois codificados na área EPC. Desta forma, o conteúdo codificado nunca é repetido.
  • Função de registro RFID adicional, salva os dados TID e codifica os dados no banco de dados.

 

Desafios do processo

Por se tratar de uma marca de moda com abrangência global, as etiquetas precisavam de conteúdo multilíngue. Isto inclui a moeda, preço, composição, instruções de lavagem, e etc.

Assim, a etiqueta de tamanho pequeno limitado teria que conter bastante conteúdo impresso. A adoção de um papel não revestido ecologicamente correto também estabeleceu uma exigência ainda maior para a qualidade de impressão.

A qualidade de impressão e precisão da POSTEK foram plenamente utilizadas neste projeto. Com a implementação da inovadora tecnologia de controle de aquecimento do POSTEK HEAT™, um alto nível de qualidade de impressão foi alcançado, mesmo ao imprimir fontes e caracteres intrincados, como os do idioma coreano e chinês tradicional.

Além disso, o tempo de aquecimento e o consumo de energia da cabeça de impressão foram reduzidos a um nível muito baixo, prolongando assim a vida útil da cabeça de impressão e economizando custos de manutenção.

A impressora RFID industrial TXr da POSTEK não só cumpre todos os requisitos funcionais, mas também é de excelente qualidade. Suas capacidades de RFID garantem estabilidade e precisão em processos de impressão e codificação em massa sem parada a longo prazo.

As impressoras também codificam e verificam após a impressão para eliminar codificações duplicadas e garantir uma taxa de detecção de 100% de chips RFID defeituosos, evitando efetivamente problemas causados por etiquetas RFID ilegíveis no fluxo de processos.

Vantagens:

  • Permite a identificação e rastreamento em nível de item, e melhora significativamente a eficiência de trabalho na contagem de ciclos, auditoria de embarque, checkout e o processo de reposição de estoque;
  • Oferece dados em tempo real do mercado para formar um sistema sensato, flexível e acessível para a marca de vestuário para a geração de uma estratégia de mercado;
  • Aumenta o conhecimento da marca e melhora as experiências de compra dos consumidores nas lojas de varejo.

 

Quer saber mais sobre as soluções de RFID POSTEK? Consulte nossos especialistas CLICANDO AQUI.

5 tendências no varejo para ficar de olho

As medidas restritivas causadas pela pandemia do COVID-19 trouxeram muitas mudanças para varejistas e consumidores, abrindo portas para várias tendências no varejo que até então estavam planejadas para os próximos 5-10 anos.

Frente às dificuldades, como o lockdown, os horários reduzidos e a proibição de consumo no local, varejistas e comerciantes encontraram nas tecnologias uma alternativa para atenderem às necessidades dos consumidores e garantirem a continuidade dos negócios.

Após acompanhar essas movimentações do mercado, listamos as principais tendências para 2021 para empresas que querem se manter ativas neste cenário.

O que será tendência no varejo?

Transformação Digital

Sim, a transformação digital já é um tema bastante falado por aqui, mas mesmo com os grandes players investindo em tecnologias e a demanda do consumidor aumentando, estamos ainda muito longe do cenário ideal.

Para se ter uma ideia, cerca de 74% dos brasileiros estão no mundo digital hoje, enquanto os chineses somam apenas 56%.

Isto nos mostra que a migração para o virtual como, por exemplo, o e-commerce, se tornou uma necessidade latente do consumidor e uma das principais tendências para o varejo.

Omnichannel

O comportamento do consumidor mudou completamente a jornada de compra. Influenciados pelos meios digitais, eles adquiriram novos hábitos e estão cada vez mais empoderados, mais interativos e mais exigentes.

O omnichannel (ou omnicanal) vem acompanhando esta transição natural, mesclando espaço físico com o digital, onde o cliente consegue pesquisar no online e comprar no offline, ou pesquisar no offline para comprar online.

Gestão de vendas

A coleta de dados é fundamental para as empresas obterem insights importantes para aumentar a produtividade, a competividade, otimizar a gestão de vendas e as ações de marketing.

Mais do que criar novos canais de vendas, é importante também capacitar funcionários para estarem prontos para este novo universo, lançar estratégias através de dados e ter controle em tempo real.

Autoatendimento

Outra grande tendência que já é realidade em alguns varejos são as soluções de autoatendimento.

Com a necessidade de reduzir o contato humano e evitar filas, o totem de autoatendimento é uma excelente alternativa para evitar o contágio e trazer agilidade nos pontos de vendas.

Além disso, traz uma experiência positiva para o consumidor, que passa a ter uma autonomia na compra e contribui para a digitalização do varejo.

Automação logística

Por último, mas não menos importante, as operações logísticas também devem sofrer transformações e uma das tendências é a automação.

Os serviços de delivery nunca foram tão requisitados como agora e, somados às estratégias de ominichannel, é importante ter uma cadeia logística eficiente.

A automatização de processos e coleta de dados são exemplos de soluções que podem trazer acuracidade das informações para evitar erros, trazer precisão e agilidade nas entregas.

Soluções para colocar essas tendências em prática

Agora você se pergunta: como acertar nas estratégias e melhorar a experiência do meu consumidor?

A resposta é simples: gestão eficiente de dados.

Ao integrar dados – seja por meio de código de barras ou RFID – as empresas garantem precisão das informações e em tempo real, como consulta de estoque e rastreio de mercadorias.

Conheça alguns hardwares que a Prime Interway oferece e que podem auxiliar neste processo:

  • Coletor de dados C6000 e C66 – Os coletores de dados da Chainway são ponto chave para controlar dados em cada processo. Com sistema Android e robustos, podem facilmente ser integrados a sua plataforma e o melhor de tudo, com um preço que cabe no seu bolso.
  • Totem de autoatendimento S1 – O totem de autoatendimento da iMin possui sistema android e pode ser facilmente integrado a sua plataforma de gestão, além de trazer um design diferenciado para o ambiente da loja.
  • Impressora de etiquetas LK-P400 – Imprima etiquetas com facilidade e onde estiver com as portáteis da Sewoo, para garantir a identificação de mercadorias com agilidade e precisão.

Ficou interessado? Nossos consultores estão disponíveis para atender suas necessidades e ajudá-lo a contornar a crise.

CLIQUE AQUI PARA SOLICITAR CONTATO

Gestão de qualidade na indústria com Postek

A indústria automobilística é um dos setores que mais investe em tecnologias, com o objetivo de impulsionar a escala de produção e ter uma melhor gestão de qualidade.

Na produção de pneus, por exemplo, as fábricas precisam de soluções que definam um padrão de qualidade para que haja um gerenciamento mais preciso e eficaz do ciclo de vida do produto, reduzindo assim as chances de acidentes e desperdício de recursos.

Um grande fabricante de pneus de renome mundial procurou a Postek para solucionar uma necessidade de gerenciamento da sua linha de produção e o resultado você confere no case a seguir.

Tecnologia para a gestão de qualidade na indústria

Informação e tecnologia são de grande importância para os fabricantes de pneus melhorarem a eficiência da produção e aumentarem a competitividade no mercado.

Muitos fabricantes têm adotado amplamente o ERP (Enterprise Resource Planning), o MES (Manufacturing Execution System) e o WMS (Warehouse Management System) que permitem que seus usuários aumentem a eficiência e melhorem a gestão de qualidade.

Nestes sistemas, os dados são inseridos, coletados e transferidos com a ajuda de código de barras ou tecnologia RFID.

A tecnologia de código de barras pode realizar coleta e transmissão de dados de forma rápida, automática e precisa, evitando erros causados por operação manual e promovendo rastreabilidade de informações.

Além disso, a tecnologia mantém o registro de programações de produção, do desempenho de trabalho e do tempo de procedimento, auxiliando na programação e no aperfeiçoamento do processo de produção.

A solução da Postek

A gestão informatizada da produção é realizada por meio de um ambiente de rede sem fio que é ativado por vários pontos de acesso que se conectam a switches. Cada oficina é equipada com um switch, vários APIs, impressoras de etiquetas de código de barras sem fio e coletores de dados sem fio.

Todas as impressoras e coletores são conectados ao AP mais recente e realizam interação de dados por meio de switch. O sistema sem fio consiste em três partes: sistema de gerenciamento da central de clientes, rede sem fio e dispositivos.

Para garantir mais eficiência e precisão, o fabricante de pneus e seu integrador de sistema definiram um padrão para a qualidade do equipamento terminal e após vários testes rigorosos, definiram o uso da Impressora I200 com Wifi da Postek.

Os engenheiros técnicos da Postek formaram uma parceria ativa com o líder do projeto do cliente para fornecer uma solução completa, garantindo a estabilidade das impressoras em um ambiente de rede sem fio.

Quando o sinal sem fio atual estiver anormal ou instável, a impressora executa a reconfiguração automaticamente e se conectará ao último AP para garantir a interação normal dos dados.

Impressora de códigos Postek I200

Resultados da solução

Meses após a implantação, o cliente conseguiu realizar a gestão de qualidade do produto e do seu ciclo de vida com muito mais eficiência e eficácia, minimizando erros e perda de recursos e tempo.

Conseguiram também eliminar a confusão de cabos nas oficinas, já que toda a solução é sem fio, melhoraram a segurança da produção e a conveniência da operação por meio do compartilhamento de dados em toda a rede e impressão em tempo real.

 

Como a Postek e a Prime podem ajudar?

A Postek trabalha com impressoras de código de barras e RFID com um excelente custo-benefício e peças robustas de alta resistência para ambientes exigentes, como, por exemplo, chãos de fábrica.

A Prime Interway é distribuidora exclusiva da Postek no Brasil e conta com um time especializado de pré e pós-vendas, assistência técnica e garantia de fabricante para empresas que precisam de soluções de confiança e resistentes.

Quer saber mais sobre as soluções? Marque uma conversa com nosso time clicando aqui.

GTS cria estratégia de fornecimento de baterias para empresa de logística

Para uma boa operação da cadeia logística, os operadores precisam ter em mãos equipamentos disponíveis a todo o tempo. É claro que, depois de certo tempo, é normal que a vida útil da bateria de um coletor de dados se esgote, por isso é importante garantir o fornecimento secundário de baterias.

Foi com este desafio que a GTS fechou parceria com uma importante empresa logística global e você confere esse case de sucesso a seguir.

O desafio do cliente

Uma das maiores empresas de logística do mundo trabalha com um sofisticado sistema de rastreamento de pacotes para garantir uma entrega precisa e oportuna para seus clientes. Para esta operação, os funcionários usam um coletor de dados exclusivo da Motorola® para ler os pacotes durante o processo de entrega.

Como o único cliente desse dispositivo específico, eles dependiam da Motorola para serviços técnicos e reabastecimento de baterias.

Depois de esperar mais de 24 semanas por baterias de reposição importantes, a empresa decidiu buscar opções alternativas de serviço.

A solução GTS

O cliente determinou que uma segunda opção de fornecimento os livraria da dependência do reabastecimento da Motorola e evitaria que seus dispositivos se tornassem obsoletos caso as baterias fossem descontinuadas.

Como a GTS está comprometida em oferecer suporte a suas baterias e garantir o reabastecimento em menos da metade do tempo de espera da Motorola, foi fechado um contrato de fornecimento secundário com o cliente.

O resultado

A GTS foi capaz de dar ao cliente paz de espírito, pois suas baterias e dispositivos estariam em estoque e com suporte pelo tempo que fosse necessário.

E como resultado do sucesso em cumprir o protocolo de teste do cliente e cronograma de entrega, foi fechado outro contrato de fornecimento secundário. Desta forma, o cliente hoje não depende mais exclusivamente do OEM para reabastecimento e consegue manter 100% de disponibilidade do seu negócio.

Já conhece a linha de produtos GTS? Clique aqui.

Gestão Logística eficiente com captura de dados

Empresas com foco em gestão logística (transportadoras, operadores logísticos, indústrias, e-commerces etc.) que desejam se destacar no mercado e ter a satisfação dos clientes, precisam de soluções inteligentes que garantam eficiência no fluxo da cadeia de suprimentos.

As tecnologias de captura de dados, que englobam coletores e softwares de gestão, são a resposta para quem busca reduzir custos operacionais, integrar informações entre departamentos, melhorar a gestão e fidelizar clientes.

Na China, uma empresa de entrega express que opera com entregas em até 24 horas viu a necessidade em transformar sua gestão logística a fim de fornecer serviços mais eficientes para os usuários.

Com o apoio da Chainway, foi implantado uma solução de automação eficiente com foco na distribuição final de pacotes, o Coletor de dados C6000.

 

Coletor de dados Chainway C6000

Os desafios do cliente

  • Toda classificação dos pacotes era feita de forma manual e à medida que o número de pacotes aumentava o trabalho atrasava e maior eram as chances de erro.
  • Os trabalhadores não tinham visibilidade para rastrear a remessa de mercadorias, verificar tempo de entrega, atrasos e eventos inesperados.
  • Não existia uma base de avaliação confiável para a gestão de pessoal.
  • Os clientes não conseguiam ter informações de rastreamento de logística em tempo real.

A solução da Chainway

Com o uso da tecnologia de reconhecimento de código de barras através do Coletor de dados C6000, eles conseguiram operar de forma inteligente os recebimentos, a classificação e a distribuição de pacotes.

Informações importantes dos pedidos, como classificação, saída do armazém até a entrega, são registradas e passadas para a plataforma de gerenciamento de informações por meio da rede sem fio.

O administrador no caso consegue obter informações e gerenciá-las em tempo real no sistema back-end, enquanto isso, o usuário final consegue acompanhar as atualizações da entrega.  

Resultados obtidos

  • Os funcionários conseguem trabalhar facilmente com a coleta de dados durante o horário de pico, melhorando a eficiência do trabalho e o atendimento ao cliente.
  • O rastreamento em tempo real das informações logísticas ajuda a padronizar os processos de negócios e a melhorar a eficiência operacional.
  • Classificação e entrega inteligente de pacotes com eficiência de trabalho aprimorada.
  • Informações de rastreamento em tempo real, melhorando assim a satisfação do cliente.
  • Sistema de rede de distribuição logística mais completo, que atualiza de forma abrangente a imagem corporativa e o nível de serviço.

Por fim, para você que está procurando uma solução de gestão para sua logística, é importante levantar todas as necessidades do negócio, como é o fluxo de trabalho hoje, como ele pode ser melhorado e buscar um parceiro de automação de confiança para traçar as melhores alternativas.

Solução de Computador Veicular Chainway para autoescolas

Muitas autoescolas chinesas estão adotando tecnologias para garantir um melhor gerenciamento das aulas, regularizar aulas de direção e aumentar a qualidade dos treinamentos.  Até o momento, mais de 2000 autoescolas escolheram a solução da Chainway para trazer essas melhorias.

Desafios

– A gestão escolar é complicada e a eficiência baixa.

– É difícil registrar as horas de treinamento e a quilometragem dos alunos.

– A fraude de identidade não pode ser evitada devido à falta de uma maneira eficiente de verificar a identidade do aluno.

– Os processos de treinamento de motoristas não podem ser monitorados e gerenciados em tempo real.

A solução

Integrando funções como leitura e escrita de RFID HF, reconhecimento de impressão digital, câmera, etc., a solução da Chainway, inclui software e o Computador Veicular V600 que permite que as escolas de condução monitorem todo o processo de treinamento em tempo real.

O reconhecimento de impressão digital, ou autenticação de cartão IC, garante que a identidade dos alunos e do instrutor possam ser verificadas de forma rápida e precisa, reduzindo efetivamente a fraude de identidade.

Gestão de tempo

Os alunos precisam passar os cartões e verificar suas impressões digitais sempre que começam o treinamento. O sistema reconhece e registra automaticamente as horas e quilometragem, e carrega para a plataforma de gerenciamento. Os trainees também podem verificar suas horas de treinamento e quilometragem on-line a qualquer momento, acessando sua conta de identificação.

Monitoramento em tempo real

O Computador Veicular V600 pode monitorar em tempo oportuno o estado atual do veículo (movimento / parada / extinção / localização atual / velocidade). Além disso, o GPS pode monitorar e reproduzir a trilha em movimento do veículo.

Aprendizagem online

A Chainway implantou um sistema de ensino online para que os alunos aprendam sozinhos na página web ou no APP já baixado, dando-lhes mais liberdade e comodidade.

Resultados

Com o V600, as autoescolas conseguiram simplificar os fluxos de trabalho de treinamento de direção e testes, reduzindo o desperdício desnecessário de recursos.

Além disso, todos os registros podem ser transmitidos ao sistema de back-end em tempo real. Registros sobre a carga de trabalho do instrutor podem ser um indicador para avaliação de desempenho; aqueles sobre o status de treinamento do aluno e progresso do trabalho escolar facilitaram a gestão geral das autoescolas.

Quer saber mais sobre a solução? Contate nossa equipe clicando aqui.

Agilidade no Centro de Distribuição com impressora RFID Postek

Mais um case de sucesso: Lazada

Equipamentos com sistemas RFID são maneiras de buscar agilidade, confiabilidade e assertividade nas informações obtidas. A troca de informações e as possiblidades de gerenciar seus  processos são inúmeras e a solução é indicada para diversos segmentos do mercado, basta ter a necessidade de obter controle de toda a operação do negócio.

Pensando em construir seu próprio sistema logístico, a empresa Lazada, atuante desde 2012 no segmento de comércio eletrônico do sudoeste asiático, renovou sua infraestrutura e estabeleceu melhores soluções logísticas com sistema integrado de RFID e código de barras, o que fez com que suas operações aumentassem em nível significativo.

Diante deste cenário a POSTEK ofereceu um serviço personalizado de impressão e codificação de etiquetas RFID com a  Impressora TX3r.

Com operações automatizadas, a Lazada conseguiu identificar pontos de melhorias, como rapidez e precisão de fluxo nas seguintes áreas:

  • Recebimento;
  • Separação;
  • Entrega;
  • Declaração Aduaneira de transporte internacional;
  • Chegada.

A SOLUÇÃO POSTEK

Após os produtos serem etiquetados com Sistemas RFID, as mercadorias são enviadas para uma área específica de leitura-escrita, o leitor coleta automaticamente as informações da etiqueta e as carrega para o sistema de triagem, em seguida os sistemas de gerenciamento integrado com RFID controlam as portas de triagem onde as mercadorias precisam ser enviadas de acordo com seu destino.

Quando a embalagem grande na porta de triagem está cheia de mercadorias, o operador pressiona o interruptor da porta para acionar a Impressora RFID POSTEK e imprimir automaticamente uma etiqueta RIFD, dessa maneira todo o trabalho é otimizado com eficiência e precisão. 

Impressora de códigos RFID Postek Tx3r

RESULTADO:

A Lazada possui um centro de distribuição e triagem com um ambiente instável e extremamente complicado, o que demanda um equipamento com alta performance e desempenho nas impressoras.

A tecnologia e a equipe de P&D da POSTEK cooperaram de forma profissional e técnica para desenvolver e atualizar todo o sistema de impressão, otimizar a impressora para retomar a tarefa de impressão automaticamente sem perder nenhum dado ou desperdiçar uma etiqueta RFID mesmo sob um ambiente instável.

  • Mercadorias podem ser classificadas continuamente em grandes quantidades nos centros de triagem, não restringidas pelo clima, tempo, mão de obra, e gerando um aumento significativo em eficiência nos processos.
  • Operação reduzida com redução de custos através da automação.
  • Produtos devidamente etiquetados são identificados através do sistema RFID, os dados TID são exclusivos de cada etiqueta.
  • RFID tornando o produto visível em cada etapa do processo logístico. 
  • Etiquetas RFID possuem facilidade de leitura, não se faz necessário estar em um campo visual para realizar a leitura das etiquetas.
  • Dados coletados de forma segura e rápida, com a alta capacidade de armazenamento dos sistemas RFID.

Faça como a LAZADA, entre em contato conosco e conheça as melhores soluções para o seu negócio!